8 de outubro de 2014

Cientistas estão próximos de criar pênis gerados em laboratório


Homens que tenham sofrido algum acidente ou precisem passar por reconstrução peniana por qualquer motivo podem criar alguma esperança. Um grupo de cientistas está desenvolvendo com sucesso uma forma de criar pênis em laboratório a partir de células da própria vítima. 
A pesquisa está avançando rapidamente com os cientistas do Wake Forest Institute for Regenerative Medicine, nos EUA, liderados por Anthony Atala, que já realizou experimentos com rins impressos em 3D e também já conseguiu implantar vaginas criadas em laboratório em quatro pacientes. 

Depois de muitos testes, os pesquisadores estão prontos para começar a aplicar suas descobertas em humanos. Para isso, eles procuram homens que tenham perdido seus órgãos sexuais e ver se há êxito na empreitada. 

O processo começa com um órgão doado que é lavado para remover célular que possam ser rejeitadas pelo novo “hospedeiro”. Depois de algumas semanas, sobra apenas a “estrutura” do que era o pênis original. 
Enquanto isso, são coletadas células do que restar do órgão do novo hospedeiro. Estas células são cultivadas em laboratório e posteriormente “semeiam” a estrutura citada anteriormente. Só então o órgão deve ser reimplantado. 

De acordo com Atala, a técnica tem sido bem-sucedida com coelhos, que chegaram a conseguir procriar desta forma. Ele espera que os testes com humanos já estejam acontecendo em cinco anos. 
O método, no entanto, não pode ser aplicados em transexuais que tenham feito a cirurgia para se tornar homens. Isso porque a técnica depende de células penianas específicas, então se a pessoa nasceu como mulher não há muito que possa ser feito. Além disso, como os testes com humanos ainda não começaram, não é possível ter certeza sobre a funcionalidade dos órgãos implantados.
Fonte: Washington Post e The Guardian