23 de junho de 2014

Começa a construção do maior telescópio do mundo

Começou a construção do E-ELT, o European Extremely Large Telescope (Telescópio extramemente grande europeu), que futuramente será o maior telescópio do mundo. O dispositivo, que será erguido no Cerro de Armazones, uma montanha no Chile, teve um início de construção espetacular, com a explosão de seu topo.

Os explosivos foram usados para ajeitar o terreno para início das construções, mas o trabalho está longe do fim. Foram removidos cerca de 40 metros de montanha, pulverizando cerca de 5 mil metros cúbicos de rochas,  e novas explosões deverão limpar o restante. Estima-se que 1.750 toneladas de entulho deverão ser retirados do local antes do término desta etapa.

A superfície plana servirá como base para construção do telescópio com uma lente de diâmetro de 39 metros de diâmetro, o que é 9 metros maior do que qualquer outra já criada. Isso ajuda a captação de luz, que chegará a um patamar nunca visto antes. A expectativa é que a percepção de luz seja entre 10 a 15 vezes maior do que os outros telescópios gigantes atuais.

A escolha da montanha chilena não é à toa. A elevação fica no meio do deserto do Atacama, onde o tempo é muito seco, o que facilita a visualização do céu pela falta de nuvens. A região tem uma das noites mais limpas do mundo, o que ajuda a explicar o motivo de o Chile concentrar 70% dos observatórios espaciais do mundo.

A construção do E-ELT deve alavancar a arqueologia estelar, possibilitando a observação e estudo das primeiras estrelas. Também será possível analisar informações sobre composição de atmosferas e superfícies de planetas distantes, o que pode indicar quais destes mundos têm mais chances de desenvolver vida.
Fonte:OlharDigital